Início

Regras e técnicas

O campo

O campo de ténis é constituído por um rectângulo com 23,77m (78 pés) de comprimento por 10,97 (36 pés) de largura (singulares e pares), ou 8,23m de largura (só singulares). Este é atravessado no sentido da largura por uma rede que deverá esta completamente esticada, de modo a que ocupe totalmente o espaço entre os dois postes. A malha deverá ser suficientemente pequena de modo a impedir a passagem da bola.

A altura da rede deverá ser de 0.914 m (3 pés) ao centro, onde deverá ser mantida tensa por uma cinta de cor completamente branca, que não poderá ter mais de 5 cm (2 polegadas) de largura. A fita, cobrindo a corda ou o cabo metálico e a parte superior da rede, não poderá ter menos de 5 cm (2 polegadas) nem mais de 6,3 cm (2,5 polegadas) de altura, de cada lado.

 

Identificação do jogo

O jogo de ténis pode ser praticado por 2 (singulares) ou 4 (pares) jogadores.

O objectivo do jogo consiste em:

– defender o “meu” campo, isto é não perder pontos;

– atacar o campo do adversário de forma a ganhar pontos.

Desenvolvimento do jogo:

O jogo consiste em fazer passar a bola por cima da rede com a raqueta, de forma a que a mesma vá cair dentro do campo do adversário.

A bola é posta em jogo através do serviço que deverá ser cruzado e entrar no rectângulo do serviço (campo do adversário).

Os encontros disputam-se à melhor de 3 ou de 5 “set’s”. Cada “set” termina aos 6 jogos, com a diferença de 2 jogos. Caso o resultado seja 5-5, termina aos 7-5, ou caso haja 6-6, disputa-se um “tie-break”.

Cada jogo tem a seguinte pontuação: 15-30-40-Jogo. Termina quando haja a diferença de 2 pontos. Caso se verifique 40-40, procede-se ao sistema de vantagens.

 

Técnica de Direita

A direita, tal como a esquerda, é um gesto técnico normalmente executado no fundo do campo, próximo da linha de fundo. É um gesto técnico fundamental no ténis. Constitui a base de ataque de muitos jogadores.

1. Posição de espera

– A pega de direita

– Ligeira inclinação do corpo

2. Preparação da raquete atrás

– Rodar o pé da pancada para o lado

– Rodando os ombros e armando a raqueta à altura da cabeça

3. Colocação de lado e atrás da bola

– Avançar o pé do lado oposto

– Movimento da raqueta atrás e a baixo

– Cabo da raqueta aponta para a bola

4. Batimento da bola

– Movimento a raqueta de baixo para cima

– Batimento à frente do corpo

– Cabeça da raqueta à altura da mão

5. Acompanhamento e finalização

– À frente do corpo

– Cabeça da raqueta aponta para o opositor

– Calcanhar do pé de trás eleva-se para permitir a transferência do peso

– Manter o equilíbrio

 

Técnica de Esquerda

1. Posição de espera

– Pega de esquerda

– Ligeira inclinação do corpo

2. Preparação da raquete atrás

– Rodar o pé da pancada para o lado (Peso do corpo nesse pé)

– Rodando os ombros e armando a raquete atrás

– Cabeça da raqueta sai para trás à altura do ombro

– Duas mãos a controlar a raqueta atrás

3. Colocação de lado e atrás da bola

– Peso do corpo distribuído pelos dois pés

– Dirigir o cabo da raqueta em direcção à bola

A mão livre sustenta a raqueta pelo coração

4. Batimento da bola

– De trás para a frente e de baixo para cima contínuo

– À altura da cintura e à frente da perna mais adiantada

– Cordas da raqueta ligeiramente abertas

– Raqueta paralela ao chão

5. Acompanhamento e finalização

– Em frente ao corpo e braço esticado

– Cabeça da raqueta aponta em frente

– Calcanhar do pé de trás levantado devido à transferência do peso do corpo para o pé da frente

– Mão livre para trás do corpo

 

Serviço

O Serviço é uma das pancadas básicas do ténis, é com ele que se inicia o ponto e é por isso considerado por muitos a pancada mais importante. Tacticamente tem características muito especiais pois é a única pancada em que o jogador só depende de si próprio. Existem três tipos de serviço: chapado, cortado e liftado.

1 – Posição de preparado

Pega continental

– Pé da frente a 45º e o pé de trás paralelo à linha de fundo

– Corpo a 45º com a linha de fundo

2 – Lançamento da bola e subida da raquete

Simultaneamente preparação da raquete para trás com o lançamento da bola pela frente com movimentos circulares dos braços

3 – Posição de troféu levando a raquete às costas

– Mão que não tem raquete a apontar a bola

– Olhar fixo na bola

4 – Impacto

– No ponto mais alto onde se chega com a raquete, à frente do corpo

– Posição de frente para a rede central do campo

5 – Terminação

– Com a raquete por baixo do braço da frente

– 80% do peso do corpo no pé da frente

– Rotação do pé de trás

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: